top of page
  • Foto do escritorCape Psicologia

A importância do efeito família no sucesso escolar

Texto escrito por Ana Luiza Tonial, aluna do curso de Formação em Psicologia Escolar


Quando pensamos na educação e desenvolvimento das crianças, é importante que esteja claro que tanto a família quanto a escola possuem um papel fundamental. Da mesma forma que a família não daria conta de transmitir todos os ensinamentos necessários para uma formação integral, a escola também não pode estar sozinha nesse processo.


O que ocorre, em alguns casos, é uma terceirização do cuidado que deveria acontecer em casa para a escola. Muitas famílias acreditam que basta colocar a criança na escola que o resto irá se resolver. Porém, sabe-se que isso não procede na prática. O educar, quando coletivo e partilhado pela família e pela escola é muito mais efetivo. Nesse sentido, a família também precisa se envolver ativamente na escolarização das crianças, trazendo para o ambiente do lar as atividades e aprendizados desenvolvidos na escola.


Famílias protagonistas da educação de seus filhos tendem a obter resultados mais satisfatórios em termos de desenvolvimento de habilidades acadêmicas, já que incentivam as crianças a estudar e a desenvolver o gosto pelo aprendizado. Ainda, se envolver em atividades e demandas da escola faz com que as crianças se sintam mais seguras, confiantes e apoiadas, o que pode atuar como importante fator de proteção em termos de saúde mental. Por fim, esse envolvimento pode, também, ser uma forma de nutrir a relação entre pais/cuidadores e filhos. Nesse sentido, o efeito família pode ser extremamente positivo e construtivo, possibilitando com que a família e a escola estabeleçam uma relação de troca e de trabalho em conjunto.


Por outro lado, o efeito família também pode ser nocivo. Nesses casos, existe pouca ou nenhuma relação entre o que é visto na escola e o que é vivido em casa. Os temas e atividades de casa não são feitos de maneira adequada, os aprendizados não são retomados, a curiosidade e o interesse pelo aprendizado não são estimulados. Algumas famílias podem estabelecer uma relação terceirização do cuidado ou de desconfiança em relação à escola, o que pode influenciar no sucesso da adaptação e do desenvolvimento dos alunos.


Crianças aprendem pelo exemplo, e quando os exemplos familiares mostram que o que vem da escola não é apreciado ou incentivado, elas podem enfrentar dificuldades no ambiente escolar. Sendo assim, uma boa relação entre família e escola e um efeito familiar positivo, encorajador e motivador do aprendizado podem ser determinantes para o sucesso escolar das crianças e adolescentes.



família auxiliando filhos a estudarem

15 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page