• Cape Psicologia

Pense nos seus professores Vivien Rose Böck

Atualizado: Jun 26

por Vivien Rose Böck


Pense nos seus professores, de quem você lembra? E por que você lembra? Qual o motivo desta lembrança, depois de transcorridos tanto tempo?


Se buscarmos em nossa memória, a imagem dos professores que mais marcaram a nossa vida, certamente lembraremos muito mais de como eram como pessoa, seu estilo pessoal, seu comportamento, enfim sua personalidade, do que aquilo que nos ensinaram a nível de matérias escolares.


Lógico que os conteúdos ministrados foram fundamentais para nossa formação, mas dificilmente distinguimos, no mar de nossas recordações, quem e quando nos ensinaram determinada lição.  O que aprendemos através das disciplinas pedagógicas fazem parte de um grande bloco de conhecimentos que se tornam relativamente indistintos sobre quando e por quem foram lecionados.


A pessoa do professor é que nos traz recordações positivas ou não, divertidas ou angustiantes, construtivas ou frustrantes.


Alguns terão a terna lembrança de uma educadora acolhedora, que facilitou o ingresso na escola, longe do colo materno; do professor que acreditou na competência do aluno e o incentivou a superar uma situação que lhe era difícil; do docente parceiro e bem humorado ou daquele seguro e tranquilo em sua autoridade. Mas também ocorrem recordações dolorosas de professores rígidos e que tonavam a aula tensa; de humilhações sofridas por deboches de um docente perverso; dos gritos e agressões dos professores inseguros e estressados ou das aulas enfadonhas dos mestres frustrados.


A personalidade do docente é tão importante no processo de ensino/aprendizagem que em muitos momentos é confundida com a disciplina que ensina. Quantas vezes alunos que não gostavam de uma matéria em um ano, passam a apreciá-la, como por encanto, na série seguinte? Os alunos, frequentemente, gostam da disciplina quando gostam do professor, as aula são percebidas como interessantes quando o professor é estimulante e tem bom vínculo com o escolar. Mas o contrário também ocorre, sendo que uma matéria é considerada chata quando o docente é chato, difícil quando o professor é distante.


Assim também, muitos professores, optaram em  se tornar  um profissional da Educação pela influência de um modelo positivo recebido de um mestre em sua vida escolar.


Todo conteúdo ministrado é feito através do professor através de sua personalidade, de suas idéias, de seus valores e comportamento, culminando no relacionamento construído com seus alunos. Portanto, a pessoa do professor é tão importante quanto os conteúdos que leciona.


Por isso professor, pense nos seus alunos, como será que eles se lembram de você? Como você quer ser lembrado?


Aos professores que nos formaram através de uma aprendizagem significativa, com segurança e carinho, nosso agradecimento.


Artigo publicado no jornal Zero Hora, 15.10.2011

0 visualização
Entre em Contato

E-mail: cape@capepsi.com.br

Telefone/Whats: (51) 99358.3136 

Escreva seu e-mail no campo abaixo para receber notícias e avisos de abertura de cursos:

Siga-nos no facebook:

CAPE - Centro de Aperfeiçoamento em Psicologia - cape@capepsi.com.br