top of page
  • Foto do escritorCape Psicologia

Como fazer uma ficha de anamnese escolar ou ficha de desenvolvimento infantil de alunos?

Entrevista inicial e a ficha de anamnese


A ficha de anamnese ou de desenvolvimento infantil é realizada, normalmente, através

de uma entrevista com a psicóloga escolar ou orientadora escolar, depois que a criança foi matriculada na escola.


O mais importante nesta entrevista inicial é a formação de um vínculo de confiança

entre escola e família por isso é necessário que seja feita de forma presencial. Algumas

instituições enviam para os responsáveis uma ficha sobre o histórico da criança para ser

preenchida em casa e posteriormente devolvida, mas estas informações devem ser retornadas pessoalmente para ser criado este primeiro vínculo, uma vez que é fundamental estabelecer uma relação colaborativa, empática e de confiança entre família e escola.



Objetivo da ficha de anamnese


Preencher a ficha de anamnese é uma prática extremamente importante e que deve se

centrar nos aspectos de desenvolvimento que são preponderantes para a faixa etária do aluno e que, no decorrer do ano letivo deverão ser estimulados e observados durante a sua aprendizagem e socialização.


É válido mencionar que a entrevista não deve ser feita em um formato super rígido e

cheio de perguntas; mas sim como se fosse uma conversa, pois, desse modo, os pais ficarão mais confortáveis para responder com tranquilidade e você conseguirá obter mais informações deles. Por isso, além dos quesitos a serem respondidos, é importante que o familiar se sinta acolhido e não num interrogatório. O psicólogo deve ter uma postura de ser um aliado e que está ali para ouvir e compreender o desenvolvimento do filho, de modo que a escola possa auxiliar em suas demandas da forma mais particular possível. Trata-se de uma entrevista semi-dirigida pois, embora se possa mudar o rumo conforme as informações fornecidas, contar com um modelo colabora para que os registros sejam mais completos.


A ficha de anamnese é composta de temas que orientam o entrevistador permitindo que se tenha maior agilidade e se consiga focar mais na criança, tendo uma escuta ativa e centralizando os dados, com segurança e respeito às normas éticas. Dessa forma, a ficha não pode ser terceirizada, deve ser apenas compartilhada no que for pertinente à boa aprendizagem deste aluno.



Cuidados no preenchimento


Logicamente é necessário que o psicólogo entrevistador tenha conhecimento e domínio

sobre as fases do desenvolvimento infantil nos seus diversos aspectos para poder identificar possíveis atrasos ou dificuldades que, as vezes para os pais passam despercebidos ou não querem se aprofundar. Durante o preenchimento da ficha de anamnese é interessante questionar ao familiar se está entendendo bem os motivos das perguntas feitas e se ele ou ela quer saber ou perguntar algo a respeito do tema.

Nesse texto, vamos enfocar mais especificamente na anamnese psicológica infantil,

sobre os pequenos que ingressam na Educação infantil e berçário, levando-se em conta que as perguntas são diferentes para um bebê do que para uma criança de 4 anos portanto é necessário filtrar o que realmente interessa dependendo da idade.


No botão abaixo, você pode baixar gratuitamente um modelo básico que deve ser complementado ou diminuído conforme as necessidades da faixa etária ou das peculiaridades de cada escola e para cada item mencionamos os mais frequentes aspectos a serem explorados. Esta ficha é destinada prioritariamente a psicólogos escolares pois fornece ao final, uma visão geral da criança e suas relações. A ficha de anamnese orientada pelas professoras geralmente tem mais tópicos pormenorizados como alergias, qual a alimentação diária, medicações, rotina diária, etc.




Se você quiser ter uma explicação mais clara sobre a ficha de anamnese, assista o vídeo dedicado a esse tema em nosso canal no Youtube: https://youtu.be/e-_Rrbf3dEQ


Esperamos que esse material possa contribuir para a sua prática na escola!









37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page